>> Aqui você se informa sobre se internar em nossa unidade e também para ficar ciente e se previnir aos cuidados que deverão ser tomados aos pacientes internados.

Orientação ao paciente internado

A instituição não se responsabiliza por pertences pessoais dos pacientes e acompanhantes.



INTERNAÇÃO


Equipe de Enfermagem

A equipe de enfermagem é composta por enfermeiro, técnicos e auxiliares de enfermagem. As dúvidas deverão ser esclarecidas pelo enfermeiro responsável pelo andar, através do posto de enfermagem.


Visita médica

O médico passa diariamente para visitar os clientes, normalmente pela manhã. Em casos de pacientes de apartamentos, é necessária a presença de um responsável no leito do paciente para esclarecer as dúvidas e receber notícias e orientações sobre o caso do paciente.




PERMANÊNCIA


Visitantes nos apartamentos:

01 acompanhante e 03 visitantes no horário de 08:00 às 21:00.

OBS.: Não é permitida a troca de acompanhantes após as 21:00.


Visitantes em enfermarias:

01 visitantes de cada vez; Todos os dias de 09:00 ás 20:00.

OBS.: Nas enfermarias não é permitido acompanhante durante a internação, exceto para casos especiais, respeitando o Estatuto do Idoso e Estatuto da Criança e do Adolescente.Estes casos devem ser discutidos com o enfermeiro do andar.


Visitantes CTI:

02 visitantes por horário sem revezamento; Manhã de 10:30 às 11:00; Tarde de 16:00 às 16:30


Alimentação

Café da manhã: 08:00 ás 09:00.

Almoço: 11:00 ás 12:00.

Lanche da tarde: 15:00 ás 15:30.

Jantar: 17:00 ás 18:00.

Ceia: 20:00 as 21:00h.


As refeições dos acompanhantes serão servidas mediante a apresentação da Requisição de Refeições. Consulte a tabela que se encontra no apartamento para outros lanches. O pagamento deverá ser feito no ato da entrega da refeição, não sendo debitado em sua diária.


Cirurgias

Informações sobre o ato cirúrgico serão repassadas por acadêmico de psicologia ligado ao Bloco Cirúrgico nos quartos ou recepção da Juiz de Fora. Após a cirurgia, o paciente permanece na sala de recuperação pós anestésica por um período até ser liberado pelo anestesista.




IMPORTANTE


• No caso de transferência para o CTI, os acompanhantes deverão desocupar o leito imediatamente.

• Não é permitida a entrada de crianças menores de 7 (sete) anos.

• Não é permitida a entrada de flores e ventiladores na instituição, de acordo com orientações do Controle de Infecção Hospitalar.

• Não é permitido fumar nas dependências na instituição de acordo com a Lei Federal 9294/96 e Lei Municipal 6861/95.

• Obedeça às orientações dos médicos e profissionais de enfermagem.




ALTA HOSPITALAR


As altas deverão acontecer até ás 11:00; No momento da alta você deverá:


1. Receber orientações médicas com sumário de alta e receita médica;

2. Receber cuidados e orientações de enfermagem referentes à alta;

3. Receber o impresso de liberação através da enfermagem/secretária;

4. Procurar a tesouraria no 1º andar para: - devolução do controle remoto - pagamentos adicionais – Apresentação do impresso de liberação;

5. Apresentar o impresso de liberação assinado a enfermagem e receber o sumário de alta;

6. Conferir o quarto e recolher todos os pertences e exames do paciente/acompanhante;

7. Liberar o leito. Caso o paciente precise de cadeira de rodas ou ajuda no transporte deve-se solicitar a enfermagem;

8. Entregar o impresso de liberação na portaria.


Obs.: A liberação do paciente só acontecerá na presença de um responsável ou acompanhante.




CIRURGIA



Jejum


Jejum completo (nem mesmo água) de 8 (oito) horas antes da cirurgia. Não faça uso de balas e gomas de mascar durante o período de jejum. Evite o uso de bebidas alcoólicas e fumo antes e após o procedimento por pelo menos 24 horas.



Horário


Comparecer ao hospital rigorosamente no horário marcado para a internação. É imprescindível que o paciente venha com um acompanhante, pois não realizamos internações de pacientes que venham sozinhos para o hospital.


Não utilizar maquilagem, esmalte, grampos, presilhas de cabelo, lentes de contato, próteses, joias (não levar pertences de valor).

Trazer para o hospital apenas seus objetos de uso (roupas e calçados) e higiene pessoal.



Exames


Não se esquecer de levar TODOS os exames pré-operatórios (de sangue, radiografias, tomografias, questionário de avaliação pré-operatória etc.) ,tanto o anestesista como o cirurgião precisará deles.



Remédios


Caso esteja resfriado ou gripado, com febre, tosse ou dores pelo corpo e havendo necessidade de tomar medicamentos de uso geral (anti-inflamatórios, analgésicos, antibióticos, antigripais ou outros quaisquer), deve-se retornar ao cirurgião para reagendar o procedimento.


Caso faça uso de remédios para diabetes, anticoagulantes (marevan, clexane, xarelto, pradaxa, etc...) anticoncepcionais ou antiplaquetários (aspirina, AAS, clopidogrel etc...) verificar com o cirurgião o período em que o medicamento deverá suspenso.


Drogas fitoterápicas também devem ser discutidas com seu cirurgião, exemplo: cápsulas de alho, gingko biloba, florais entre outros. Encerrada a cirurgia o paciente permanecerá ainda por um período (variável entre meia hora à uma hora e meia) em uma sala que é chamada “recuperação pós-anestésica”. Somente depois de estar totalmente estável com relação às suas funções vitais e acordado é que retornará para o quarto.



Alta Hospitalar


Por ocasião da alta do hospitalar o paciente deverá estar acompanhado de algum responsável. Também não deverá dirigir automóvel. É desaconselhável a utilização de qualquer meio de transporte coletivo (ônibus, trem ou metrô) devendo ser evitados os ambientes abafados, superlotados e que balancem muito.

Caso haja alguma intercorrência, no trajeto para casa, é preciso que o veículo em que se esteja tenha a possibilidade de retornar rapidamente ao hospital.




SOLICITE AO SEU MÉDICO QUE VOCÊ SEJA ENCAMINHADO PARA CONSULTA PRÉ-ANESTÉSICA DISPONÍVEL NO SOCOR E FAÇA O AGENDAMENTO ATRAVÉS NO NÚMERO 3330-3027. A AVALIAÇÃO PRÉ-ANESTÉSICA FAZ TODA A DIFERENÇA PARA O BOM ANDAMENTO DA SUA CIRURGIA.